quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Votos de um óptimo 2011

Na recta final do ano 2010 e na preparação de um
2011 recheado de boas leituras, aqui fica uma das árvores
de Natal do nosso agrupamento.





terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Telegrama ao Pai Natal

Desta vez e em forma de agradecimento foi o Rodrigo Simões
que escreveu ao Pai Natal. Este menino, aluno do 5º D decidiu escrever
um telegrama ao Pai Natal. Parabéns pelo seu esforço!
Aqui fica o seu trabalho:


Olá Pai Natal!

Gostei muito das prendas que tu me enviaste.
Estou-te muito agradecido.
Adeus e obrigado pelas prendas.
 
Rodrigo, 5ºD

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Carta ao Pai Natal

Antes que a noite de Natal tenha lugar, a Filipa Campos pôs mãos à obra e já escreveu
a sua carta ao Pai Natal. Aqui fica a sua bela missiva.



Lardosa, 09 de Dezembro de 2010

Querido Pai Natal,
Espero que te encontres bem de saúde.
Mais uma vez te estou a escrever para te pedir um presente de Natal.
Apesar de estarmos em crise e muitas crianças precisarem mais do que eu, quando chega esta época gosto sempre de receber um presente.
Então como passaste este ano ?
Ajudaste muitas criancinhas ?
Parece que o Natal foi ontem e já passou mais um ano.
Vou terminar esta carta, esperando que te veja no dia 24 de Dezembro!

Beijinhos da Filipa.
                 
 P.S.
Não te esqueças do meu presente.                                                                                                                      

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Concurso “Quem conta um conto…”


O semanário Sol, em conjunto com o PNL, está a organizar o concurso “Quem conta
um conto”, destinado aos alunos do 2.º Ciclo de todo o país. Os alunos já receberam os
livros e agora resta escreverem uma continuação para a história que leram. Até 14 de Janeiro
poderão ser entregues os textos individuais para depois passarmos à fase seguinte.
Os prémios são aliciantes e vão distinguir os três melhores textos.
Portanto, vamos ler e escrever!
Concurso “Quem conta um conto…”

Prof. Rui Mateus

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Leitura orientada no 1º ciclo



No âmbito do reforço das colecções destinadas ao desenvolvimento da leitura orientada no 1.º Ciclo, através do Plano Nacional de Leitura, foram adquiridos e estão já disponíveis na biblioteca da escola do 1.º Ciclo 12 exemplares de cada uma das seguintes obras:
- Uma aventura no deserto
- A panela mágica
As obras estão devidamente acondicionadas nas caixas para transporte e identificadas com o nível de leitura a que se destinam.
Boas leituras.

Rui Mateus

Resultados do desafio do mês de Novembro

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Espectáculo de solidariedade "Um presente de Natal"

Hoje, por volta da 20:30, o nosso agrupamento junta-se numa festa
de solidariedade no Centro Cultural de Alcains. Algumas das actividades
nasceram de leituras que começaram no trabalho efectuado na escola.
Está desde já convidadado a assistir.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Escrevam ao Pai Natal...

Queridos alunos:
Com o Natal cada vez mais próximo, a presença da chuva e do vento estão a tornar a vida muito difícil
para o nosso amigo Pai Natal. Assim sendo, o nosso amigo de barbas brancas pediu que lhe enviassem
as mensagens deste ano para o correio electrónico mundodeviagens@gmail.com .
Mãos à obra !

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Entrevista de António Torrado ao jornal Público - 21 de Setembro de 2010

No passado dia 21 de Setembro, António Torrado, o nosso autor do mês de Dezembro
deu uma entrevista ao jornal Público. Se quiser aceder clique aqui.

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Fernando Pessoa

Passam hoje, 30 de Novembro de 2010, 75 anos sobre a morte de Fernando Pessoa. É um dia a assinalar, tratando-se de um poeta que disse que a sua biografia só tinha duas datas importantes: a do nascimento e a da morte. Hoje comemora-se, portanto, o segundo acontecimento. O que ficou entre as duas datas foi um longo intervalo - palavra central na escrita de Fernando Pessoa e dos modernistas em geral - em que foram criadas algumas das mais geniais composições da língua portuguesa. É esse intervalo que, lembrando a morte do poeta, hoje celebramos. As comemorações decorrem por todo o país, sobretudo com exibições do recente Filme do desassossego, que já passou por Castelo Branco. E é celebrado também no estrangeiro, onde o impacto de Fernando Pessoa tem sido enorme. Basta dizer que, por estes dias, a Academia Francesa decidiu reconhecer como nova palavra da língua francesa o vocábulo "intranquilité", neologismo que procura traduzir o desassossego de Bernardo Soares. Fica aqui a notícia desenvolvida que o Jornal de Notícias dedicou a esta data especial.

Rui Mateus

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

A utilização da Internet em Portugal 2010


Numa fase em que o uso da Internet em Portugal está já bastante generalizado - ou pelo menos assim pensamos -, foi apresentado um relatório que explica pormenorizadamente a situação que, neste domínio, se vive no nosso país no ano que agora se aproxima do fim. Atendendo a que muito do uso da Internet se realiza em meio escolar e por utentes de faixas etárias em que os nossos alunos se enquadram, é de todo o interesse ter em atenção certos dados que este estudo (em alguns pontos, surpreendente) nos vem revelar. Fica aqui a ligação para o relatório no site da RBE.

Rui Mateus

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

De forma a assinalar e a dar-nos a conhecer um pouco melhor os mundos das pessoas com deficiência, os nossos alunos irão ter a possibilidade, no próximo dia 3 de Dezembro, de ouvir histórias e assistir a uma peça de teatro sobre a temática.

sábado, 20 de novembro de 2010

Catálogo da biblioteca escolar

Todos os utilizadores do nosso blog podem desde hoje
aceder ao nosso catálogo online. À direita carregue em Pesquisar na BECRE..




terça-feira, 16 de novembro de 2010

Dia de S. Martinho

Para assinalar o dia de S. Martinho realizou-se, na Biblioteca do Edifício II, a sessão de animação de leitura sobre “A Lenda de S. Martinho” com o apoio de sombras chinesas. Os materiais utilizados foram construídos, com alguns materiais recicláveis, pelos alunos das Oficinas Pedagógicas da Educação Especial. Os alunos das turmas participantes tiveram a oportunidade de experienciar esta técnica de animação e reflectirem em conjunto sobre a importância da solidariedade no nosso dia-a-dia.

Piedade Esteves

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Novas cartas portuguesas


Passam este ano quatro décadas sobre o lançamento de uma das obras mais polémicas da literatura portuguesa do século XX: Novas cartas portuguesas, da autoria de Maria Teresa Horta, Maria Isabel Barreno e Maria Velho da Costa, daí por diante conhecidas por "três Marias". A obra retoma as Cartas portuguesas de Soror Mariana Alcoforado, um dos mistérios ainda não totalmente esclarecidos da nossa literatura, reescrevendo-as em função das posições feministas assumidas pelas autoras. A obra causou escândalo numa época em que os assuntos tabu eram muitos e em que ainda não era reconhecida às mulheres portugueses inteira liberdade (e até capacidade...) de expressão. Passados todos estes anos, a obra mantém a sua actualidade, sendo por isso alvo de uma cuidada e anotada reedição por parte de Ana Luísa Amaral. Trata-se de uma obra da D. Quixote e apresenta um prefácio de Maria de Lurdes Pintasilgo que durante muito tempo andou retirado da obra. Para quem quiser saber mais, recomenda-se o caderno Ípsilon (Público) do dia 12 de Novembro ou uma consulta a http://aeiou.expresso.pt/tres-marias-e-a-alegoria-dos-soutiens-queimados=f613886 . Boa descoberta...

Rui Mateus

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Nov@Picota

Em laboração constante e carinhosamente alimentado
pela professora Armanda Patrício e os seus alunos,
o nosso jornal  Nov@Picota merece a sua a visita diária.
Visite-o em   http://jornais.literaciamedia.com/index.php?o_id_edicao=121                         




quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Efemérides anuais - mês de Novembro


Novembro
- 6 - Dia Internacional para a Prevenção da Exploração do Meio Ambiente em Tempos de Guerra e Conflito Armado
- 10 - Dia Mundial da Ciência pela Paz e o Desenvolvimento
- 14 - Dia Mundial da Diabetes
- 16 - Dia Internacional para a Tolerância
- 16 - Dia Nacional do Mar
- 17 - Dia do Não Fumador
- 18 - Dia Europeu do Antibiótico
- 3ª quarta-feira - Dia Mundial das Doenças Pulmonares Obstrutivas Crónicas
- 3ª quinta-feira - Dia Mundial da Filosofia
- 3º domingo - Dia em Memória das Vítimas de Acidentes da Estrada
- 20 - Dia da Industrialização da África
- 20 - Dia Universal da Criança
- 21 - Dia Mundial da Televisão
- 24 - Dia Nacional da Cultura Científica
- 25 - Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra a Mulher
- 29 - Dia Internacional de Solidariedade com o Povo da Palestina

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Autor do mês - Novembro de 2010

Autor do mês Novembro de 2010
Neil Gaiman

Biografia
Neil Gaiman nasceu em Portchester, em Inglaterra, a 10 de Novembro de
1960. Este mês faz, portanto, 50 anos. Vive em Minneapolis, nos Estados
Unidos da América, com a sua mulher e três filhos, Holly, Michael e Maddy.
Após grandes dificuldades para iniciar a sua carreira como autor de livros,
Neil Gaiman aceitou alguns convites que lhe surgiram e escreveu algumas
obras em parceria com outros escritores. Os seus temas favoritos já eram,
nessa altura, o sobrenatural e a mitologia.
Foi também no início da sua carreira que começou a dedicar-se à produção
de livros e revistas de banda desenhada. Entre 1988 e 1996 criou uma das suas obras
fundamentais, a saga Sandman, centrada na figura de Morpheus, uma personagem que
representa o sonho e é acompanhada, nesta história, pelos seus irmãos: Morte, Destino, Delírio,
Desejo, Desespero e Destruição. Esta obra de banda desenhada, em vários volumes, conheceu
um enorme sucesso e conquistou o respeito do público, inclusive da parte de pessoas pouco
favoráveis à banda desenhada.
Em 1991 começou o lançamento de Livros de magia, cuja personagem é um jovem adolescente
com a ambição de ser mágico e que é considerado, por muitos, o antecedente da famosa figura
de Harry Potter criada por J. K. Rowling.
Para além de se dedicar à banda desenhada e à escrita, áreas em que já ganhou vários prémios
(Fantasy World Award, 1991; Prémio Hugo, 2002 e 2004; Prémio Nébula, 2002; 13 edições do
Prémio Eisner; Prémio da Melhor Novela 2003 para Coraline, que se encontra na nossa BE, na
estante do PNL), Neil Gaiman também já escreveu canções, fez o argumento dos filmes Beowulf
e Princesa Mononoke e participou na elaboração de guiões para séries de ficção científica, como
“Babylon 5”, um grande sucesso na televisão americana.
Bibliografia essencial
Estes são alguns dos títulos que compõem a lista das obras escritas por Neil Gaiman: Violent
cases (1980); Sandman (1988-1996); Livros da magia (1991); Belas maldições; Coraline;
Deuses americanos; os filhos de Anansi; Máscara da ilusão

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

É hoje!!! - Tertília, 4 de Novembro, 17h10m

Na biblioteca escolar do edifício II, pelas 17h10m irá ter lugar a primeira das nossa tertílias
deste ano lectivo. Apareça e traga as suas leituras...

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Exposição de trabalhos relativos ao Halloween 2010


São tantas e tão apelativas que não resistimos a divulgar a exposição de abóboras
e trabalhos sobre o Halloween 2010 do nosso agrupamento.
Passem pelo polivalente até amanhã e  deliciem-se !...

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Actualização - Tertília no dia 4 de Novembro, 17h10m

Tendo em conta que durante a presente semana estão a decorrer reuniões intercalares, a nossa Tertília terá lugar na próxima 5ª feira, 4 de Novembro pelas 17h10m.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Biblioteca de Fernando Pessoa disponível online


De acordo com o Jornal de Notícias de hoje "A partir de hoje a biblioteca particular de Fernando Pessoa passa a estar disponível online. Quem a consultar terá acesso não só aos livros que o autor de "Mensagem" adquiriu ao longo da vida, mas também às anotações que deixou impressas nas suas páginas.

Ao longo dos últimos anos só uma visita à Casa Fernando Pessoa, em Lisboa, permitia uma consulta à bilbioteca pessoal do poeta. Mas, a partir de hoje, todo esse acervo, constituído por 1140 volumes e pela colecção de manuscritos (ensaios e poemas) deixados pelo própriopoeta nas páginas desses livros passa a estar disponível online. A apresentação do site em http://casafernandopessoa.cm-lisboa.pt. terá lugar pelas 18 horas no emblemático edifício da Rua Coelho da Rocha, 16.
A inovação agora introduzida faz com que esta seja a primeira biblioteca portuguesa integralmente digitalizada. Deste modo, é facultado a todos os leitores, em qualquer parte do globo, o acesso ao importante legado de uma das figuras maiores da cultura portuguesa.
No âmbito deste projecto todas as páginas de cada volume foram digitalizadas e disponibilizadas para consulta página a página ou após o download de uma obra completa.
Para além da possibilidade de consulta de cada livro por autor, por ano ou por ordem alfabética, faculta-se ainda a classificação por categorias temáticas.
Para facilitar a compreensão da biblioteca como um todo, foram destacadas as páginas que incluem manuscritos do próprio Fernando Pessoa e foram adicionadas interpretações sobre as suas motivações para a aquisição de determinadas obras.
Este acesso à biblioteca particular de Fernando Pessoa foi possível graças a uma combinação de esforços da Casa Fernando Pessoa, de uma equipa internacional de investigadores e da Fundação Vodafone Portugal que acompanhou e apoiou a iniciativa."

O link é http://casafernandopessoa.cm-lisboa.pt/

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Tertília, Partilha de leituras - 28 de Outubro, 17h 10m

Tertília (Inspirada no chá de tília...)
No dia 28 de Outubro, pelas 17h10, vai ter lugar
a nossa primeira partilha de leituras deste ano.
Vamos conversar sobre o que lemos durante o
Verão e trocar ideias sobre as nossas intenções
de leitura para o ano que estamos a começar.
Isto porque, ao que tudo indica, mundos
perfeitos só mesmo na ficção...
O encontro será na biblioteca da EB2.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Concurso “Se eu fosse… cientista!”

Este concurso é uma iniciativa conjunta do jornal Ciência Hoje e do Programa Ciência Viva que, em edições anteriores, já levou alunos a conhecer as Galápagos, Nova Iorque e Cabo Verde. Trata-se de um concurso em que podem inscrever-se equipas constituídas por 3 alunos do Ensino Secundário. Cada equipa escolhe um cientista e será convidada, ao longo do ano lectivo, a fazer 3 trabalhos criativos em torno da sua vida e do seu trabalho. A prova final decorrerá em Maio de 2011. As inscrições estão abertas até 29 de Outubro. Mais informações na BE ou em www.cienciahoje.pt

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Actividades da Biblioteca Escolar - Outubro de 2010

De forma a contextualizar parte do trabalho desenvolvido pela Biblioteca Escolar, aqui fica
o cronograma das actividades para o mês de Outubro de 2010.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Largar tudo para ler II - 3º feira, 12 de Outubro às 11h15m

Largar tudo para ler !


Agrupamento de Escolas José Sanches

Biblioteca Escolar
Mês Internacional da Biblioteca Escolar

No próximo dia 12 de Outubro, pelas
11h15, onde quer que esteja, assim que
ouvir o sinal, largue tudo e leia. Nós
oferecemos o texto, só precisamos da sua
colaboração e da sua disponibilidade.
Boa leitura!

Desafio do mês de Outubro de 2010


 1.º Desafio Outubro de 2010 

A autora do mês trabalhou muitos anos como professora. Deu aulas em várias localidades, mas apenas 2 delas se escrevem com mais de 6 letras. Uma dessas 2 localidades é bem mais próxima de Alcains do que a outra. Se consultares informação sobre essa localidade na enciclopédia Lello Universal, ficarás a saber qual o rei que deu a essa terra a categoria de cidade. Aí descobrirás também que 2 das 3 igrejas dessa cidade têm o nome de uma das ilhas de um arquipélago português. A outra tem o mesmo nome de um arquipélago africano cujo nome contém uma palavra que está no título da obra que a autora do mês editou em 1960.

1. Quais são as duas localidades que se escrevem com mais de 6 letras?
2. Qual dessas localidades é mais próxima de Alcains?
3. Que rei deu à localidade a categoria de cidade?
4. De que arquipélago português se trata?
5. De que arquipélago africano se trata?

domingo, 10 de outubro de 2010

Autor do mês - Outubro de 2010

Matilde Rosa Araújo
Biografia
Matilde Rosa Lopes de Araújo nasceu a 20 de Junho de 1921 em Lisboa. Foi
aluna de Jacinto do Prado Coelho e Vitorino Nemésio e colega de escritores
como Sebastião da Gama, Luísa Dacosta, David Mourão-Ferreira e Urbano
Tavares Rodrigues na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde
se licenciou em 1945.
Foi professora do Magistério Primário em Lisboa, bem como do Ensino
Técnico Profissional em diversas cidades do país: Lisboa, Barreiro,
Portalegre, Elvas e Porto. Era uma atenta leitora da imprensa, foi
colaboradora de jornais como A Capital, O Comércio do Porto, Diário de Lisboa, Diário de
Notícias e Jornal do Fundão e também de algumas revistas.
Desde cedo preocupada com os direitos das crianças, tornou-se sócia fundadora do Comité
Português da UNICEF e do Instituto de Apoio à Criança. Escreveu inúmeras vezes sobre a
infância na educação e na criação literária para adultos e também sobre a utilidade da literatura
infanto-juvenil na formação dos mais novos.
Foi sobretudo como escritora que Matilde Rosa Araújo se tornou conhecida, porque desenvolveu
uma intensa actividade literária para o público adulto e infanto-juvenil, obtendo nesta área
diversos prémios e edições no estrangeiro.
A sua estreia na literatura teve lugar em 1943 com "A Garrana", uma história sobre a eutanásia
com a qual venceu um concurso literário, a que se seguiram vários contos para o público adulto.
Na literatura para crianças, o primeiro título publicado foi O livro da Tila (1957), escrito nas
viagens de comboio entre Lisboa e Portalegre, onde dava aulas.
Foi membro da Sociedade Portuguesa de Escritores e recebeu em 1980 o Grande Prémio de
Literatura para Crianças da Fundação Calouste Gulbenkian, ao qual se seguiram muitos outros,
em Portugal e no estrangeiro, sobretudo no Brasil.
Em 1994, Matilde Rosa Araújo foi nomeada para a edição de 1994 do Prémio Andersen,
considerado o Nobel da Literatura para a Infância. Faleceu a 6 de Julho de 2010, aos 89 anos.

Bibliografia essencial
Estes são alguns dos títulos que compõem a lista das obras escritas por Matilde Rosa Araújo: O
livro da Tila (1957); O palhaço verde (1960); História de um rapaz (1963); O cantar da Tila
(poemas, 1967); O sol e o menino dos pés frios (1972); O reino das sete pontas (1974); Balada
das vinte meninas (1977); As botas do meu pai (1977); Camões: poeta, mancebo e pobre (1978);
A velha do bosque (1983); O passarinho de Maio (1990); Fadas verdes (1994); O chão e a
estrela (1997); O gato dourado (1999); Lucilina e Antenor (2008).


quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Prémio Nobel da Literatura 2010 - Mário Vargas Losa


Mário Vargas Llosa já tinha confessado que o merecia e este ano a Real Academia Sueca reconheceu a legitimidade dessa esperança. O Prémio Nobel da Literatura 2010 vai então para o escritor peruano que já nos proporcionou a leitura de obras monumentais como A casa verde, A tia Júlia e o escrevedor (fortemente autobiográfico), Pantaleão e as visitadoras, Conversa na catedral (em quatro grandes volumes) e, acima de todos (mas isto é uma opinião puramente pessoal), Os cadernos de Dom Rigoberto. A vida e a obra de Mário Vargas Llosa são uma expressão da luta pela afirmação da força e da liberdade dos indivíduos contra o poder de todas as formas de tirania. Esta posição explica o seu envolvimento, desde cedo, com a actividade jornalística e o seu comprometimento político, tendo chegado a ser candidato a presidente do seu país, numa eleição que perdeu para Alberto Fujimori. Enquanto se aguarda a publicação, em breve, da sua última obra, O sonho do celta.

Oferta de um livro aos alunos do 1º e 5º ano de escolaridade



quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Largar tudo para ler II


Agrupamento de Escolas José Sanches
Biblioteca Escolar
Mês Internacional da Biblioteca Escolar

No próximo dia 12 de Outubro, pelas
11h15, onde quer que esteja, assim que
ouvir o sinal, largue tudo e leia. Nós
oferecemos o texto, só precisamos da sua
colaboração e da sua disponibilidade.
Boa leitura!

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Prémio Fernando Namora

Há mais de 10 anos, desde Educação para a tristeza, que a escritora Luísa Costa Gomes não publicava um romance. Fê-lo no final do ano passado, em Novembro. O romance, intitulado Ilusão (ou o que quiserem), foi agora agraciado com o prémio Fernando Namora, tendo sido escolhido de entre mais de 50 obras a concurso. O título foi buscar inspiração a As you like it de William Shakespeare, mas trata-se de uma história portuguesa. O júri, a que pertencem investigadores, escritores e críticos de relevo, como Maria Alzira Seixo, Vasco Graça Moura e Manuel Frias Martins, destacou a obra pelo carácter inovador da narrativa e pela agilidade do estilo, características, aliás, a que a autora de Setembro e outros contos (adquirido pela BE no ano passado) e também directora da quase mítica (e infelizmente extinta) revista Ficções sempre nos habituou. Parabéns à autora por mais esta obra, que, mais cedo ou mais tarde, contamos ter na nossa biblioteca...

terça-feira, 15 de junho de 2010

Semana do Agrupamento - de 15 a 18 de Junho

Dia 15 - sessão de abertura às 18 horas no edifício II do agrupamento.
Dias 16, 17 e 18 - Actividades para todos os alunos.
Dia 18 - Após as 17h, actividades para toda a comunidade. Sessão de encerramento.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Autor do mês - Junho de 2010


Jaime Cortesão nasceu em Ançã (Cantanhede) em 1884, estudou Medicina
em Coimbra, mas foi novo para o Porto, onde se entusiasmou de tal modo
com o ideal republicano e democrático que chegou a ser preso.
Revelou-se como poeta na revista Renascença Portuguesa (1912), de que foi
co-fundador, e lançou, ainda jovem, vários livros de poesia. Entusiasmado
com a criatividade popular, organizou o Cancioneiro Popular e Cantigas do
Povo para as escolas, obras integradas no programa pedagógico e cultural
da República. Para aproximar a instrução e a cultura das camadas
populares, participou, a partir de 1912, nas Universidades Livres e Populares, que organizaram
cursos especiais nocturnos dirigidos a quem quisesse saber mais. As lições de História e
Literatura eram dadas gratuitamente por Jaime Cortesão, que entretanto abandonara a
Medicina para se dedicar exclusivamente ao ensino no Liceu.
Esse desejo de difundir cultura animou-o nos anos em que foi Director da Biblioteca Nacional e
em que conduziu a revista Seara Nova (1921), que se tornou num instrumento de renovação das
ideias políticas e culturais. Também em 1921 começou a publicar as Cartas à Mocidade, textos
que procuravam ser um estímulo ao desenvolvimento dos valores cívicos e morais.
Foi, porém, como historiador que Jaime Cortesão se destacou, pois fez da investigação histórica
uma lição de civismo e conseguiu, através da História, dar verdadeira dimensão ao papel político
e económico de Portugal na época dos Descobrimentos.
Jaime Cortesão foi também um combatente pela liberdade. Era um homem de gabinete e de
arquivo, mas também de acção na rua e em campo aberto, lutando sempre pela democracia.
Devido às posições que tomou, foi preso em Coimbra quando estava ainda convalescente de uma
doença grave, apanhada na frente de batalha (Grande Guerra, 14-18). Fugiu para Espanha e
esteve exilado em França, regressando a Portugal em 1940, altura em que foi novamente preso,
desta vez em Peniche, e depois expulso para o Brasil, onde permaneceu até 1957. Regressado a
Portugal é novamente preso, em 1958, já com 74 anos de idade. Houve protestos e acabou por
ser libertado, tendo ocupado ainda dois anos no estudo da História de Portugal.
Faleceu em Agosto de 1960, vítima de doença prolongada.